Ontem éramos o colectivo 2degrees artivism, hoje somos
ART FOR CHANGE.


Porque sabemos agora que a diferença entre exigir o fim da crise climática aos 2ºC de aquecimento e exigi-la aos 1.5ºC é a Justiça Social, não podíamos manter o nome e disfarçar a realidade da nossa ignorância inicial.


Mudámos de marca, mas continuamos a mesma luta. 🌎✊ 

(e em breve num site mais extenso)


QUEM SOMOS

Somos um colectivo artivista pela justiça climática.

Indo por partes:

COLECTIVO:
grupo de pessoas que se junta com um objectivo comum.

ARTIVISTA:
fazemos activismo através da arte.

Consideramos activismo uma actividade contínua que visa a mudança política. Com mudança política queremos dizer que o nosso objectivo último não é a mudança individual mas sim a transformação da sociedade.

JUSTIÇA CLIMÁTICA:
  travar a crise climática de uma forma justa.

Entendemos por “formas justas” aquelas nas quais as pessoas menos responsáveis pela crise climática são as mais beneficiadas, e as mais responsáveis as que mais pagam. Desta forma não só travamos a crise climática como também avançamos a justiça social.


A NOSSA VISÃO

Acreditamos que é possível travar a crise climática antes do aumento de 1.5ºC dos níveis pré-industriais da temperatura média global, e que é possível fazê-lo de uma forma rápida e promovendo uma transição justa.

 

A NOSSA MISSÃO

Mobilizar, capacitar e conectar uma nova geração de artivistas pela justiça climática.

PORQUÊ #CULTUREVOLUTION?


Só quando as ideias que nos farão travar a crise climática fizerem parte do pensamento dominante (aquilo que nem questionamos e que toda a sociedade sabe) é que conseguiremos de facto vencer este enorme desafio. Esse pensamento faz parte da cultura e a arte é uma das formas essenciais de construção da cultura. Por isso, uma mudança que não envolva a cultura será sempre ineficaz. A cultura tem um papel fundamental na mudança de mentalidades, sociedades e sistemas.

Além disso, muitas vezes parte-se do pressuposto de que informação é suficiente para gerar acção. No entanto, já sabemos da crise climática há várias décadas, a informação está generalizada e ainda não é suficiente para acção. Vemos a arte não só como forma de repensar o pensamento dominante como também de completar informação com emoção.

O artivismo em que acreditamos é uma forma de:

Travar e transformar os sistemas que nos trouxeram à crise climática;

Sonhar novas utopias;

Criar novos sistemas baseados em justiça, liberdade e igualdade.


OS NOSSOS VALORES


Somos um colectivo político mas apartidário;

Somos ativistas e procuramos sempre o caminho da não-violência, do diálogo e da participação cívica nas questões estruturantes dos nossos tempos;

A luta pela justiça climática faz-se através das lutas sociais pela igualdade e pela não-discriminação, trabalhando sempre em colaboração com todas as organizações e parceiros que partilhem dos mesmos valores;

Somos um colectivo horizontal e descentralizado, aberto a novas parcerias e ativistas;

E como “quem corre por gosto não cansa”, somos apaixonadas pelo que fazemos. A paixão e a boa disposição têm de estar sempre incluídas em qualquer iniciativa da qual façamos parte.

O QUE FAZEMOS


Começámos em Maio de 2019 com uma campanha em parceria com a Greve Climática Estudantil, ao mobilizar artistas pelo instagram para criarem arte com o tema de justiça climática. Dois meses depois estávamos no Camp-in-gás a montar um espaço de artivismo, em parceria com o grupo Artivist Network.

Em Setembro lançámos as primeiras 2 ações da Red Rebel Brigade em Portugal e aquela que foi até agora a maior campanha que impulsionámos: a 1ª edição do CineClima (+40 sessões gratuitas de cinema e debate de norte a sul do país, com +30 parceiros, ao longo de seis dias).

Desde aí, temos estado presentes em todos os grandes momentos de mobilização nacional pela justiça climática (Greve Climática em Novembro 2019, COP Madrid em Dezembro, Manifestação por uma Transição Justa (da campanha Empregos para o Clima) em Janeiro de 2020 e Galp Must Fall em Abril).

O trabalho que fazemos nestes grandes momentos de mobiliza̤̣o vai desde simplesmente divulgar as iniciativas Рquando ṇo conseguimos mais Рat̩ mobilizar artivistas para as ac̵̤es planeadas.

Temos trabalhado cada vez mais a sensibilização, através de debates e conversas (como a sessão de abertura do Encontro Nacional de Justiça Climática, em colaboração com o Art Citizenship), e lançámos em Abril o podcast “CLIMA E…” (um podcast onde se fala de Clima e outras coisas que tais, para revelar as interligações entre a crise climática e vários temas de justiça social e ambiental).

Somos parte de várias redes e campanhas nacionais e internacionais de activismo pela justiça climática, entre elas: Empregos para o Clima, Gás É Andar Para Trás, ATERRA, By 2020 We Rise Up, 2020 Rebelion por el Clima, Gastivists e Stay Grounded.




Parcerias, colaborações, integrar o colectivo? Fala connosco.
Estamos sempre disponíveis!


Contacta-nos ou encontra-nos em: